Sobre a solidão

Imagem relacionada

Ora, a solidão, ainda vais ter de aprender muito para saber o que isso. Sempre vivi só. Também eu. Mas a solidão não é viver só e nunca foi isso. A solidão é não sermos capazes de fazer companhia a alguém ou a alguma coisa que está dentro de nós, a solidão não é uma árvore no meio duma planície onde só ela esteja, é a distância entre a seiva profunda e a casca, entre a folha e a raiz. Deixemos a árvore… olhe para dentro de si e veja se há solidão. Como disse o outro, se solitário é andar por entre a gente, é bem pior do que isso, pois solitário é estar onde nem nós próprios estamos. Onde não nos acessamos.

José Saramago, “O Ano da Morte de Ricardo Reis'”

 

Reflexões

Resultado de imagem para vento

“A vida é curta. A arte é longa.

A oportunidade é fugaz e

a experiência enganosa.

O julgamento difícil”.

Aforismos, Hipócrates

Feliz dia, mãe

Resultado de imagem para mae com a filha de mãos dadas

“O melhor dos mundos é ver suas mãos abrindo a porta que há tempos fechei em busca de outras. O melhor dos sabores é não esquecer o paladar de sua comida quente, feita especial, naquele fogão velho e areado.  O melhor dos cheiros vem daquele lençol esticado, branco, guardado em espera. O melhor dos conselhos é aquele para seguir o rumo do bem num mundo tão árido e moído. A melhor das ofertas são seus conselhos. A melhor das certezas é saber-se amado incondicionalmente e ser defendido como carne única por um ser único. A melhor das visões é ver seu rosto com vida e feliz, ainda que transformado pelo tempo e marcado por tantas coisas que não puderam ser desviadas”.

(Adriana Araf)

Pensares

Resultado de imagem para sozinho sozinho

“E pensar que éramos dois.

E pensar que nos tornamos um nós repentinamente acontecido.

E pensar que nos tornamos depois um.

E que esse um foi a tantos lugares para acabar em lugar nenhum.

Talvez o destrutivo sejam esses nostálgicos pensamentos não equacionados”.

(Adriana Araf)

Fluididade

Resultado de imagem para o adeus

“Ainda que você resolva aproveitar a vida lançando um firme decreto depois de se convencer de inúmeras perdas, o tempo vai ser curto. Sob qualquer ângulo, o tempo será breve: as crianças crescem, os dias se sucedem, as rugas chegam, o comércio antigo dá lugar ao moderno, os pais denotam um físico mais cansado e o mapa mundi parecerá pouco explorado. O relógio não pára. A vida útil, consumida em tantas coisas inúteis, precisa ser repensada. O verbo acumular necessita deixar de ser conjugado. Há necessidade de largar e cortar a tesouradas um amontoado de cargas. Pense: sob qualquer ótica, o tempo será efêmero. O tarde demais tem uma força estúpida e o adeus é uma frase dura, que vai ser arrancada de teu âmago de qualquer modo. Silenciosamente ou em gritos, ela será pronunciada. Em face disso, enquanto respiras e enquanto respiram os amores de sua vida e as coisas amadas, aproveite-as. Há urgência.”

Adriana Araf


Página 1 de 14612345...102030...Última »